Abigail

Compartilhe este texto:

 

Seu nome de batismo era Abigail e ele nunca gostou. O pai, colorado doente, escolhera o nome por causa daquela famosa defesa do Inter dos anos 40: Ivo, Alfeu e Nena; Viana, Ávila e Abigail.
Era um nome unissex, servia tanto para homem como para mulher. Chamavam Nadir, Jaci, Darci (a mulher do Getúlio Vargas se chamava Darci, com Y no final, mas o som era o mesmo do “i”), Duda, Abigail e quem respondia podia ser tanto um homem, como uma mulher.
Desde a época da escola, Abigail da Silva tinha vergonha em dizer seu nome. Nos consultórios médicos, quando alguém chamava em voz alta – Abigail, pode passar – ele tinha vontade de fingir que não era com ele.
Aos 50 anos, tomou a decisão, iria mudar de nome e apagar o Abigail da sua vida.
O Brizola não nascera Itagiba e depois trocara para Leonel? E isso deve ter mudado sua vida para melhor. Imagina na Legalidade se falar no governador Itagiba?
Estava decidido: iria deletar o Abigail da sua vida.
Foi um longo processo e ele gastou um bom dinheiro com advogados e cartórios, mas finalmente marcaram o dia para que diante de um juiz ele declarasse qual seria seu novo nome.
Aí, começou outro problema: que nome escolheria?
Parentes e amigos não paravam de dar sugestões. Parece que a cidade inteira transformou o tema em algo mais importante que as eleições. Pessoalmente, por telefone, por email, pelo facebook, choveram sugestões.
O tio Heráclito não abria mão de homenagear o velho PTB: Getúlio, Leonel ou Jango. Considerou Leonel uma boa possibilidade, com Getúlio tinha algumas divergências e Jango , explicou para o tio, era uma mistura de João com Goulart.
Tia Marieta sugeriu um nome americano da moda, alguém famoso , como Elvis, Jimmy ou Bob. O marido dela, o tio Fragoso, disse que um nome americano é sinônimo de poder, mas tem que ser alguém com mais força, como Lincoln, Kennedy ou Franklin. O primo Flaviano, filho do Fragoso e da Marieta, brincou: por que não Bush ou Trump? Trump da Silva. Esqueçam.
Tia Carina, que botava as cartas em Teresópolis, disse que o importante era a numerologia e melhor nome deveria ser Íccaro, assim mesmo com dois “cês” para atender o que dizem os astros.
Caso a mãe estivesse viva ia querer que fosse Alcides para homenagear o pai. Ele bem que merecia,mas Abigail não se sentia à altura do Velho. O pai sempre fora corajoso e revoltado, ele era medroso e conformado.
Rejana Becker sugeriu que se chamasse Werner em homenagem ao amigo. Não era uma má ideia, tinha dois amigos chamados Werner, o Becker e o Altmann. Mas e outros amigos, o Eloy, o João Batista, tão antigos como os Werners, como iam ficar?
Clau Rota sugeriu um nome francês para indicar uma boa formação cultural. Não era uma má ideia – Jean Paul, Blaise, Gustave, Honoré, Roger Martin . O problema era que poucos saberiam escrever corretamente seu nome.
Lá do Mato Grosso, o Dimiti mandou um telegrama: tem que ser um russo e comunista. Vladimir , disse ele. Vladimir, o nome de Lenin – quase bateu o martelo -mas aí surgiu outro problema: os caras vão sempre perguntar se é com “vê”, “dobre vê” ou “double u”?
Ingrid Schneider, sempre defensora das causas indígenas, sugeriu Kayke, Raoni ou Ubirajara. Gostou do último e foi ver o significado – “senhor da lança” ou “senhor da vara” – e achou que podia ter um segundo sentido meio inconveniente.
Vera Spolidoro lembrou que como tinha sido criado em lugares de colonização italiana, que tal Pietro, Giovani ou Enzo? Gostou do último e foi olhar o significado – Senhor do Lar – e desistiu. O que iam pensar dele.
O Barbosa, lá do Alegrete, que nunca desistia de homenagear os farroupilhas – todos seus filhos se chamavam Bento (Antônio Bento, João Bento…) – foi sucinto: Bento Gonçalves da Silva. Imagina o que diria o Mário Maestri se em vez de Abigial, se chamasse Bento Gonçalves da Silva.?
Uma antiga namorada mandou uma mensagem dizendo – que o meu marido não saiba, mas quando a gente tava junto ,lembra que eu te chamava de Amoreco.
Mas aí seria a desmoralização total – Amoreco da Silva.
No dia marcado para sacramentar o novo nome, compareceu diante do juiz e declarou sua escolha: Abigail da Silva.


Compartilhe este texto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *