O que é feito de Selma?

Compartilhe este texto:

Nem lembro mais como a conhecera.Era uma época sem celular e sem internet. Possivelmente, cruzamos pela rua e nos interessamos, um pelo outro. Éramos menos desconfiados em relação aos desconhecidos. Eu nunca tinha encontrado uma mulher assim, tão segura de si. Casada, tinha um atelier de alta costura num edifício no Centro. Era rica e poderosa. Por alguma razão, eu desconfiava que ela poderia ser um travesti e por isso fiquei adiando o momento de convidá-la para a cama. Acredito que isso aumentou o interesse dela por mim. Quando finalmente chegou a consumação, ela mostrou quão sem sentido era minha dúvida. Quanto tempo durou essa relação?. Pouco. Um mal entendido sobre hora e local de um encontro, criou um mal estar entre os dois, que nenhum quis consertar. Depois de alguns dias sem a procurar – nem ela, nem eu, sabíamos os telefones fixos de cada um – me dei conta que não saberia como justificar minha ausência tão longa. Assim a história terminou num anti-climax e não sei porque razão me lembrei hoje de perguntar a mim mesmo: o que é feito de Selma?

(Obs.: Depois de tanto tempo, fico na dúvida se o nome dela era mesmo Selma)


Compartilhe este texto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *