Democracia

Compartilhe este texto:

 

 

A retomada dos aspectos mais selvagens do capitalismo no mundo inteiro nos dias atuais, com o abandono da possibilidade de sua transição pacífica para um socialismo democrático, nos traz de volta os ensinamos de Lenin sobre qual deve ser o papel dos que se opõem a esse sistema.

Em boa hora, portanto, Editora Boitempo lança uma coleção denominada Arsenal de Lenin, com as principais obras desse pensador, humanista e revolucionário. O primeiro volume, já disponível nas livrarias é o Estado e a Revolução.

Uma das questões que Lenin discute é a questão da democracia.

Quando, hoje no Brasil, se defende a radicalização da democracia, como faz o Tarso Genro, é claro que está se pensando numa forma de resistência ao golpismo atual.

Mesmo assim é sempre interessante lembrar o que dizia Lenin sobre a democracia, citando Marx e Engels. Para ele, democracia é uma forma de organização do Estado, que estabelece como devem ser a relações entre as classes.

A supressão do Estado, fim último do comunismo, suprimirá não só o Estado, como as classes sociais diferenciadas. Nesse caso, desaparecerá também o conceito de democracia (governo da maioria) como forma de relacionamento entre as classes, porque todos serão iguais.


Compartilhe este texto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *