Fuera Macri ou como salvei as vidas do Temer e da Marcela


Sábado à noite, marquei um encontro na Lima e Silva com a Binoche.

Eu ia vê-la no Guion em “A Espera”. Nem sei se era um bom filme. O que importa é que era um filme com a Juliette Binoche, eu estava um pouco atrasado (logo eu que digo nunca me atrasar) e não queria fazê-la me esperar.

Só não contava com o trânsito surpreendentemente engarrafado naquela hora. Quando cheguei na esquina da Venâncio, foi que me dei conta do porque a confusão. O trânsito estava bloqueado na Lima e Silva por causa de um desfile de carnaval.

Decidi ir a pé, quase correndo para ver a minha Binoche.

Já perto do Olaria, outra confusão.

Um grupo cercava, aos gritos, um casal de mascarados. Mesmo atrasado, parei para olhar. Ele tinha uma máscara do Temer e ela, da Marcela. A turba gritava “Fora Temer”, “Vai cuidar do teu lar, Marcela”. O casal estava tão atrapalhado, que não sabia o que fazer.

Foi então que salvei o Temer e a Marcela. Gritei para eles: tirem as máscaras. Eles obedeceram. Então, completei: joguem no chão e pisem em cima. Eles fizeram isso e a turba se dispersou entre risadas e aplausos.

O homem me explicou depois que eram argentinos, de Comodoro Rivadávia e estavam em férias no Brasil e nem sabiam quem eram esses tais de Temer e Marcela.

Tentei explicar rapidamente que o Temer tinha sido vice-presidente da Dilma e que se aliara a uns golpistas da Câmara e do Senado e com apoio da grande mídia assumira o poder e que Marcela era a sua mulher, jovem, bonita, prendada e do lar. O povo não se conformava com isso, porque estava perdendo todos seus direitos e por isso gritava “Fora Temer”

O argentino disse que não se metia com a política, ma que no seu país, também assumira um presidente inimigo dos interesses do povo e que, logo voltasse para a sua Comodoro Rivadávia, ia iniciar também uma campanha de “Fuera Macri”

Ele queria que fôssemos tomar “uma copa de vino”, mas expliquei que não podia deixar a Binoche esperando para sempre e marcamos um novo encontro para a próxima semana, quando vamos unir as campanhas “Fora Temer” e “Fuera Macri”.

Com tudo isso, acabei chegando atrasado no Guion, mas a Binoche ainda estava me esperando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *