A semana passada…a limpo

Compartilhe este texto:

arton6942-6b4ce

A semana teve o Temer fazendo força para tentar agradar a classe média com o anúncio de que vai reduzir os juros no crédito rotativo dos cartões e liberar uma parte dos fundos de garantia retidos pelo governo. Na prática, nada que altere as dificuldades econômicas da maioria da população brasileira, cada dia mais pobre e desempregada.

150727213719_lula_624x351_afp

O Estadão informou O PT pretende lançar a pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República ainda no primeiro semestre do ano que vem, entre fevereiro e abril. A estratégia tem dois objetivos. O primeiro é aproveitar politicamente a baixa popularidade do governo Michel Temer. O segundo é reforçar a defesa jurídica de Lula, réu em cinco processos penais, quatro deles provenientes da Operação Lava Jato e seus desdobramentos.

 

thumb

No Estado, o governo Sartori transformou a Praça da Matriz num campo de guerra, com a Brigada mobilizada para manter a população longe da Assembleia Legislativa, onde um grupo de deputados, comprometidos com a política de entrega dos bens do Estado para meia dúzia de empresários, cumpria seu triste papel de cúmplice de um dos piores governos que o Rio Grande já teve.

As declarações mais infelizes da semana ficaram por conta do secretário da Segurança, Cesar Schirmer, que as pessoas ainda lembram como o prefeito de Santa Maria no episódio da boate Kiss, afirmando que a Brigada estava defendendo a democracia do parlamento (certamente usando como argumentos o cassetete e o gás de pimenta) e do deputado Marlon Santos, do PDT, dizendo que tinha mesmo “que baixar a borracha” nos manifestantes.

assembconf17

Mesmo com toda a mobilização e o apoio declarado da RBS, Sartori e sua equipe ficaram pelo meio do caminho, aprovando a extinção de fundações, mas perdendo a luta para o Judiciário no projeto considerado o mais importante, aquele que mudava as regras para distribuição de verbas para os três poderes.

images

Embora alguns jornalistas (principalmente aqui no Sul 21), juristas e economistas, tenham lembrado que um aumento na fiscalização contra os sonegadores e um exame mais detalhado de alguns incentivos e exonerações fiscais, poderiam fazer retornar à Fazenda pública parte dos 7 bilhões de reais que passaram para as mãos de empresários, contra o pouco mais de 100 milhões de reais que seriam poupados durante um ano se todas as medidas propostas aos deputados fossem aprovados, isso nunca interessou ao governo, parlamentares e a grande mídia discutir.

22364167

No setor esportivo, chamou a atenção o desinteresse das direções do Inter, a presente e a próxima, de levar adiante a batalha jurídica contra a CBF, depois que ficou documentado que houve fraude na inscrição de um jogador do Vitória no Campeonato Brasileiro. O silêncio da Federação Gaúcha de Futebol e a falta de interesse da mídia em avançar nas investigações sobre o assunto, são também injustificáveis.

Mas, o que dominou a semana foi o noticiário internacional.

Atentado deixou 12 mortos e pelo menos 50 feridos

Um terrorista lançou um caminhão sobre uma feira natalina na região mais nobre da cidade, na famosa Kuerfuerstendan, junto a Igreja de Wilheim, mantida em ruínas desde a segunda guerra e matou doze pessoas. Dois dias depois, ele foi morto pela polícia italiana em Milão.

malta

Os sequestros de aviões voltaram a acontecer depois de alguns anos sem essa prática. Um avião foi desviado para Malta por um grupo de sequestradores líbios, mas tudo terminou bem. Os reféns saíram ilesos e os sequestradores se entregaram para a polícia.

 

israel_settlements620

Pela primeira vez na história, o Conselho de Segurança da ONU aprovou uma moção condenando Israel por construir colônias nas terras ocupadas dos palestinos. Até hoje, todas as moções apresentadas periodicamente foram vetadas pelos Estados Unidos. Essa vez os americanos se abstiveram e a condenação foi por 14 votos a favor e esta única abstenção.

Objetivamente, a condenação pouco significa em termos práticos, mas moralmente é mais uma condenação ao expansionismo de Israel sobre terras árabes.

aa135

Na guerra da Síria, o governo de   Bashar al Assad, com o apoio dos russos, conseguiu ocupar toda a cidade histórica de Aleppo, expulsando os combatentes do Estado Islâmico. Para os analistas internacionais, o fato significou uma derrota para os norte-americanos, há muito empenhado em afastar Assad do poder e uma mostra do crescimento da influência da Rússia e do Irã na região.

19dez2016-andrei-karlov-embaixador-da-russia-na-turquia-foi-baleado-por-um-atirador-enquanto-visitava-uma-galeria-de-arte-em-ancara-1482168972466_300x420

O fato da semana foi, porém, a execução sumária do embaixador russo na Turquia, Andrei Korlov, durante a inauguração de uma exposição de arte em Ancara, por um ex-agente da polícia turca. O assassinato foi mostrado ao vivo, na hora pela televisão e reproduzido depois na mídia digital para milhões de pessoas no mundo inteiro.

Para a sociedade do espetáculo, uma grande vitória.

Feliz Natal e até a próxima semana, a última do ano.


Compartilhe este texto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *