Os “colloridos” estão de volta

 

melo_marchezan-568871
Nelson Marchezan Júnior deve ganhar as eleições para prefeito de Porto Alegre, não porque é melhor que o Sebastião Melo – os dois, para usar uma expressão bastante nova são vinhos da mesma cepa – (tem outra ainda mais nova, farinha do mesmo saco), mas porque a sua embalagem é mais nova e atraente.

eduardo-leite-foto-george-gianni-psdb-300x200

A linguagem é essa mesma, do marketing e não da política. Há uma nova geração de políticos (tem aquele prefeito de Pelotas,Eduardo Leite nessa linha), bem educados, assépticos, bonitinhos, lavados e passados na hora, que agrada o eleitor (e principalmente a eleitora) alienada politicamente.

As donas de casa sonham em ter um cara desses como filho ou como marido de suas filhas. Eles dizem que são politicamente corretos (aliás, detestam falar em política) e se preocupam acima de tudo com as questões administrativas, como se elas pudessem se desvincular da política.

Aí você vai ver por qual partido concorrem e aparece o PSDB, onde está reunida a nata do neoliberalismo brasileiro.

joao-doria-jr

Começa com o João Dória, em São Paulo segue com o Marchezan, e com o prefeito de Pelotas, que fez a sucessora, também uma jovem senhora do PSDB, Paula Mascarenhas.

 

É a escola criada pelo Fernando Collor. O PSDB adora esses caras. Quando o Collor se elegeu, o FHC ia ser o seu ministro do Exterior. Só não foi porque o Mário Covas, que foi candidato derrotado à Presidência, ameaçou sair do partido.

fernando_collor

Por isso, em protesto, dia 30, voto nulo.

20161017-votonulo

E, para não esquecer, Fora Temer

fora-temer2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *